terça-feira, 7 de junho de 2016

Visualização da Chuva.

Olá.  
A visualização abaixo ocorreu de forma espontânea em uma madrugada chuvosa. Tive a intuição de anota-la e compartilhar aqui no blog, para que mais pessoas que se interessarem a façam. Pode ser feita em qualquer horário, com qualquer clima, porém se estiver chovendo poderá ser mais interessante.
Simplesmente sente-se de forma confortável, ou deite-se. Feche os olhos, relaxe todo o corpo, preste atenção na entrada e saída do ar por alguns minutos e comece a visualizar-se na seguinte situação: 

(The Puddle Dance by Margaret Tarrant)
 
Ao som musical da chuva, vejo-me sentada frente a uma janela. Lá fora um gramado verde e encantador com uma floresta densa mais a frente. O céu está nublado, os trovões emanam a poderosa energia da chuva, e as gotas caem sob as árvores, escorrendo pelos troncos e nutrindo com seu frescor. 

Os espíritos da água e do vento dançam juntos na grande harmonia cósmica, trabalhando incansavelmente, incondicionalmente, para que o sopro da vida continue a fluir. 

A grande Deusa na força da própria chuva, une-se a seu amoroso consorte e ambos mantém a fertilidade da terra, a alegria em sua forma mais pura, a própria vida manifesta. 

A contemplação é interminável, o milagre ocorre frente aos meus olhos, me torno um com tudo o que vejo, com tudo o que sinto, a honra é incalculável pois sou isso. Sou isso. 

Tomo um gole do meu chá de anis-estrelado, cubro minhas costas com um cobertor macio, ajusto minha postura nessa poltrona tão confortável, e continuo a assistir o mais belo espetáculo dos céus: a chuva.

Continue a visualizar-se por quanto tempo achar necessário, observando e estando receptivo ao que possa surgir a partir de então.
 
Pergunte-se: O que sinto? Qual sabedoria este momento me traz? Quais insights aparecem? 

Que todos tenham uma linda noite. Até mais. :;☆;:*:;☆;:*:;☆

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...